“A arte de narrar está em vias de extinção (Benjamin) ”, poucas pessoas sabem contar uma boa história. Perdendo-se a faculdade de narrar a história empobrece, já que sem o intercâmbio de experiências esta deixa de ser comunicável.

Feita por pessoas, a história nos ajuda a construir visões de mundo e se ela não for significativa àquele que aprende, não será absorvida. Dessa maneira, é importante para uma boa história criar engajamento, despertar a sensação de pertencimento.

Storytelling é um conceito de publicidade que se refere à divulgação da marca e seus valores através de histórias que conta, buscando criar engajamento de seus clientes com a marca. Para exemplificar, acompanhem o infográfico feito pelo site viver de blog.

infografico_storytelling_600px.jpg

Nota-se aqui uma aproximação prática entre história e empreendedorismo. No fundo estamos tratando aqui da utilidade da história, questão constante na historiografia. Para que serve a história, afinal? Pessoalmente, gosto da afirmação que a história instrui e diverte, feita pelo historiador francês Paul Veyne. Instrui porque nos ensina sobre outras civilizações, como viviam, como nossos antecessores transformaram o mundo que vivemos hoje. Diverte porque este processo de conhecimento é sedutor, cativante.

A história forma pessoas com visões de mundo amplas. Para o pesquisador britânico Robert Cowen, especialista em educação superior, é justamente isto que falta aos profissionais atualmente, gerentes com visão histórica ou sociológica do mundo.

O storytelling é um exemplo no qual a história pode lhe tornar um profissional melhor.

Assim, instrua-se, divirta-se!

Anúncios